Blog Cipasa

Apresentação

Blog Cipasa
  • 3 tipos de investimentos seguros para quem está pensando em poupar para construir

    O sonho de construir a própria casa pode não estar distante e requer apenas planejamento e o investimento certo 

    A satisfação de se ter uma casa do jeito que sempre sonhou é o desejo de muitas pessoas. Para isso, a maioria delas opta por comprar terrenos e construir à sua própria maneira. A recompensa é poder ter um lar exatamente como se deseja. Pensando nisso, reunimos 3 tipos de investimentos seguros para quem deseja poupar com boa rentabilidade – não recorrendo à poupança, que rende abaixo da inflação.  

    Nesse sentido, buscamos investimentos conservadores, ou seja, aqueles em que não há o risco de se perder dinheiro – desde que respeitadas as datas de vencimento. Eles são ideais para quem planeja construir em um período considerável. 

    Confira abaixo  

    1. CDB

    Siga para Certificado de Depósito Bancário, o CDB nada mais é um tipo de aplicação oferecida pelos bancos para captação de fundos. Em outras palavras, você empresta dinheiro para essa instituição financeira e depois recebe de volta, com juros.  

    Esses juros podem variar de acordo com a aplicação, a data de vencimento e, claro, o valor investido. No geral, esse tipo de aplicação exige um valor mínimo de depósito inicial. 

    Há três subcategorias para esse tipo de investimento: o prefixado, o pós-fixado e o híbrido. 

    Desde que respeitada a data de vencimento, no CDB você não perde dinheiro, e também conta com proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para valores até R$ 250 mil.  

    2. LCI E LCA.

    Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são títulos emitidos por bancos para financiar projetos nas áreas imobiliária (o primeiro) e do agronegócio (segundo).  

    Nessa forma de aplicação, as taxas de rentabilidade e data de vencimento são definidas antes do investimento, que também requer um depósito inicial que varia de acordo com a aplicação.  

    Aqui as grandes vantagens são a rentabilidade acima do CDI e a isenção de cobrança de imposto de renda.

    3. Títulos públicos. 

    Já pensou em investir no governo federal? 

    Essa é função do Tesouro Nacional. Ele emite títulos para financiar a dívida brasileira. Nele, os investimentos podem ser prefixados, atrelados ao IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo, ou seja, inflação), ou ainda atrelados à taxa Selic, que é taxa de juros básica do país. 

    Esse é um dos investimentos seguros quando o assunto é poupar, porque além de ter rentabilidade superior à poupança, também tem o retorno garantido pelo Governo Federal e está diretamente ligado à economia do país.  

    Além de ideal para quem deseja construir, há diversas datas de vencimento, oferecendo assim um leque de possibilidades de acordo com seu planejamento.  

    Voltar

Postar comentário