Blog Cipasa

Apresentação

Blog Cipasa
  • Como construir a casa dos seus sonhos.

    Várias pessoas têm o sonho da casa própria e, além disso, o sonho de construir ou reformar a própria casa. Deixar tudo do jeitinho que sempre imaginou, com seu próprio olhar e decorações. Isso pode ser um desafio para “construtores” de primeira viagem, mas com essas dicas as coisas vão ficar bem mais fáceis.

    Dicas para uma construção sustentável.

    1 — Documentação

    Para começar esse sonho você deve primeiramente regularizar sua obra. Fazendo uma visita à prefeitura de sua cidade você pode descobrir quais são os documentos necessários para autorizar sua construção.

    2 — Terreno

    Antes de iniciar sua obra você precisa conhecer a área na qual vai construir. Algumas características do terreno podem afetar diretamente a obra. Certamente, você já deve ter listado todas as coisas que devem ter na sua casa. Portanto, precisa conhecer o local para se certificar de que tudo que você precisa será atendido.

    3 — Referências

    Antes de passar para a próxima fase, busque referências de suas ideias. Existem várias plataformas nas quais você pode pesquisar exemplos de plantas e ambientes, que chegam o mais próximo de sua imaginação e suas necessidades.

    4 — Planejamento

    Após as etapas básicas, vem a parte do planejamento. Faça esboços de plantas, com os tamanhos que deseja em cada cômodo. Não importa muito suas habilidades artísticas, você deve pensar somente em todas as necessidades de sua família. Assim, tudo fica mais fácil quando chegar a hora de conversar com um profissional.

    5 — Custos

    Faça vários orçamentos, tanto em lojas de construção quanto com os profissionais que contratará. Quando estiver fazendo cotação, sempre verifique se existe algum desconto ao comprar todos os materiais com eles. Note também a qualidade dos produtos e a reputação dos profissionais, porque nem sempre o que é mais barato é o melhor para você.

    Saiba como otimizar a sua construção.

    6 — Fique atento ao caixa

    Fazendo uma planilha com os custos atualizados você terá um maior controle da sua obra e se sentirá mais seguro com seu andamento. Nesta planilha você acompanha os gastos com material, contratação de operários, possíveis imprevistos e demais custos. Saber como o seu dinheiro está sendo usado garante um projeto mais tranquilo e sem grandes surpresas financeiras.

    7 — Priorize o essencial

    Tanto para a compra de materiais e contratação de equipe é mais seguro priorizar o que é indispensável na sua obra, como a parte elétrica e hidráulica da casa. Focando no que é necessário fica mais fácil de fazer cada coisa no seu tempo, sem fazer vários processos ao mesmo tempo, o que acaba atrapalhando tanto no orçamento quanto na obra em geral.

    Após a finalização desta parte fica bem mais tranquilo e seguro planejar e botar em prática as etapas complementares, como acabamento e paisagismo.

    5 dicas para viver melhor.

    8 — Cronograma

    Para sua obra correr sem muitos imprevistos ela deve seguir um cronograma onde você organiza o que será necessário em cada fase. As etapas normalmente são divididas em:

    Serviços preliminares: nessa fase ocorre a limpeza do terreno, montagem do canteiro, terraplanagem, locação do maquinário e organização para o início da obra;

    Fundação: aqui será feita a estrutura que segura a edificação da sua cara;

    Estruturação: são as estruturas que sustentam sua obra. Os materiais mais usados no Brasil são concreto armado, alvenaria ou metal;

    Paredes e vedações: aqui fica a execução de alvenaria, chapisco e reboco;

    Forros e telhados: a construção do telhado ocorre com a estruturação e cobertura, que pode ser de cerâmica, concreto, metálica, de fibrocimento e vários outros materiais;

    Instalações hidrossanitárias: nesta etapa será feita a instalação do encanamento de água e esgoto;

    Instalações elétricas: é a instalação de eletrodutos com cabos e fios que terminarão em interruptores e tomadas;

    Instalações complementares: serão acrescentadas as instalações para TV, telefone, ar-condicionado, gás e internet;

    Acabamentos: aqui se assentam os pisos cerâmicos, laminados, azulejos, porcelanatos e granitos;

    Instalação de portas e janelas: após escolher as peças que combinam mais com seu projeto deve ser feita uma instalação minuciosa para não haver problemas na abertura e manutenção das mesmas;

    Pintura: esse processo se divide pela preparação das paredes, aplicação do selador, massa corrida e a pintura com tinta acrílica;

    Paisagismo e área externa: jardinagem, piscina, área para churrasqueira ajudam a otimizar e melhorar o espaço externo da residência;

    Limpeza final: organizar, limpar e higienizar o espaço é a última etapa para a tão esperada mudança para a sua casa dos sonhos.

    9 — Acompanhe a obra de perto

    Todo trabalho em equipe exige uma liderança firme e segura que garanta seu desenvolvimento satisfatório. Com um acompanhamento diário do responsável pela obra, os operários se sentirão mais seguros e motivados a exercer suas funções.

    Seguindo esses passos e acreditando sempre em seu sonho tudo é possível. Esse período pode ser turbulento e você pode até pensar em desistir, mas o primeiro passo é acreditar. Sendo cuidadoso e escolhendo as melhores opções o seu cantinho tão sonhado pode estar cada mais próximo de se tornar realidade.

    E aí, gostou do nosso conteúdo?

    Fale com a gente!

    Voltar

Postar comentário