Blog Cipasa

Apresentação

Blog Cipasa
  • Como planejar a construção de uma casa

    Fazer o planejamento da construção de uma casa envolve vários pontos que vão desde a definição do terreno, levantamento da mão de obra e a execução da obra até a compra dos materiais e obtenção de todos os documentos.

    Apesar de não ser um processo muito complexo, o planejamento de obra é uma das etapas mais importantes quando se deseja construir uma casa. Ele vai garantir que as obras sejam feitas dentro do prazo, que o gasto fique dentro do orçamento e que não ocorram surpresas no final. Para realizar a construção de uma casa é importante seguir os seguintes passos:

    Escolha do terreno

    A escolha do local é o primeiro passo para construir o imóvel desejado. Ela tem extrema importância, principalmente para que ele fique dentro das expectativas. Estar atento aos desníveis do terreno, à qualidade do solo, localização e área permitida para a construção. O auxílio de um arquiteto é de grande ajuda para ajudar nessas escolhas. Todos esses detalhes impactam na obra e no valor final.

    Conheça mais dicas para decorar a sua casa.

    Limite de orçamento

    O fator de maior impacto na construção de uma casa nova é, provavelmente, a estipulação do valor a ser gasto nela. Com ele será definido o tamanho, qualidade da casa e tempo gasto para a conclusão da construção. Efetuar as contas de maneira correta e realista é muito importante. Cuidado para não exagerar no projeto, sempre fique atento ao quanto você pode gastar e no tempo de obra esperado. A situação contrária também pode trazer problemas, não economize demais para evitar arrependimentos.

    Entenda a diferença entre condomínio horizontal ou loteamento fechado.

    Contrato de um arquiteto

    Segundo a legislação brasileira é exigido que a construção tenha um acompanhamento técnico. Depois de ter sido feito o orçamento, deve-se fazer a contratação de um arquiteto e urbanista para projetar a casa. Ele terá a responsabilidade de colocar no papel os seus desejos e sonhos para seu imóvel, fazendo com que você construa uma casa com qualidade e que atenda às suas expectativas. O arquiteto e urbanista não se atenta apenas para a estética da obra, ele é responsável também por orientar, planejar e projetar de acordo com as necessidades e condições do terreno. Por ser um profissional qualificado ele possui as melhores técnicas para serem aplicadas, garantindo conforto, sustentabilidade de otimização de espaços.

    Conheça a diferença entre as pedra e saiba como usá-las.

    Papel do engenheiro

    O engenheiro Civil tem responsabilidade, prioritariamente, na parte da estrutura da casa. Estando habituado com cálculos necessários para realizar o projeto idealizado pelo arquiteto com a segurança necessária. Eles analisam as cargas e forças utilizadas na construção e, a partir daí, decidem se o terreno está propício para a obra. São responsáveis também pelo tipo de fundação, pelas dimensões da parte estrutural, como estacas, vigas e pilares. Fazem também outros tipos de cálculos como da resistência de materiais, visando a estabilidade, economia e segurança do imóvel. Ele também possui propriedade para tratar dos assuntos elétricos, sanitários e hidráulicos da construção, além de acompanhar o processo da obra de forma que todas as etapas sejam executadas de acordo com as normas técnicas.

    Mão de obra qualificada


    É importante que se conheça o profissional de arquitetura que se deseja contratar. Esteja atento ao portfólio, estilo de trabalho e o tempo que está no mercado, já que o importante é encontrar um profissional de confiança. Depois dessa decisão, é necessário utilizar de mão de obra qualificada. Para isso, deve ser feita a contratação de mestres de obra, pedreiros, pintores e serventes, que você conheça os trabalhos feitos por eles. 

    Venha se inspirar com o Cipasa Inspira.

    Compra de materiais


    A compra devem ser feitas em empresas com produtos de qualidade comprovada, para que não se corra o risco da compra de itens que acabam prejudicando a sua construção. É importante que se siga as recomendações do arquiteto e do engenheiro ao fazer as compras desses materiais. Com isso, você garante que a obra não exceda o orçamento e você não seja pego de surpresa.

    Documentação


    Cumprir as obrigações da lei e conseguir a aprovação e formalização do projeto compõem a parte legal do planejamento. Seguindo as normas e exigências dos órgãos municipais competentes você receberá a sua licença e alvará de obra. O pagamento de taxas e emolumentos legais também são importantes nesta fase, além de apresentar os dados jurídicos e cadastrais do terreno. 

    Cronograma


    É de extrema importante que se defina um cronograma para manter as fases da construção organizada, para assim visualizar e entender os próximos passos. As seguintes etapas devem ser seguidas na sua obra:

    Fundação — Sustentação da construção. Nessa fase será feita a construção do alicerce que servir de base para a sua obra;

    Alvenaria — Levantamento de paredes, instalação da laje e outros pontos estruturais da casa;

    Laje e Telhado — Finalização da estrutura da obra, deve seguir o planejamento do arquiteto. Possui importante tarefa de conservar o imóvel, assim como efeito estético;

    Elétrica e hidráulica — Necessitam de bastante cuidado para serem bem efetuadas. Contrate profissionais capacitados para que se evitem erros posteriores;

    Acabamento —Precisa de muita mão de obra, pois nesta etapa são feitas a colocação de pisos, pinturas, nivelação das paredes, colocação de móveis planejados, etc.. Este pode ser um processo longo e caro;

    Segurança


    Promover a segurança física dos trabalhadores, deve ser prioridade antes mesmo da construção começar.

    O ambiente onde está sendo executada a obra é bastante perigoso e precisa de atenção a cuidados básicos para evitar problemas. Acidentes, além de prejudicar o trabalhador, a empresa e a equipe podem criar incertezas quanto a execução do trabalho. Para isso o uso de EPIs e EPCs é extremamente importante. Também é necessário que se atente no armazenamento das ferramentas de trabalho.

    E aí, o que achou do nosso conteúdo?

    Fale com a gente.

    Voltar

Postar comentário