Blog Cipasa

Apresentação

Blog Cipasa
  • Entenda a Diferença Entre Construtora e Incorporadora

    diferenca entre construtora e incorporadora

    Apesar de parecerem sinônimos, existe uma grande diferença entre construtora e incorporadora. Além de ser interessante saber a distinção entre ambos, o conhecimento garante ao cliente maior segurança no momento de procurar o segmento que melhor lhe caiba.

    As informações certificam, inclusive, mais profissionalismo na hora de contratar os serviços ou mesmo procurar um imóvel.

    A diferença entre construtora e incorporadora se estende além do nome, sendo as duas responsáveis por áreas totalmente diversas, com processos e etapas individuais, os quais cabem apenas a cada uma delas. Posto isso, vamos entender mais sobre o que esses dois setores do mercado imobiliário fazem.

    O que define uma construtora


    A construtora está incumbida da parte estrutural do empreendimento, ou seja, da parte física. Cabe a ela executar todas as fases da construção civil, as quais englobam o projeto de engenharia, a contratação de mão-de-obra especializada, equipamentos, aquisição de maquinário, tecnologia construtiva e testes qualificados.

    Isso significa que a qualidade física da obra é de total responsabilidade da construtora, assim como o comprometimento de entrega no prazo combinado.

    Outro ponto importante está no fato de ser obrigação da empresa garantir a estabilidade estrutural do empreendimento, se certificando que nele não haja rachaduras, infiltrações, irregularidades, trincas, problemas relacionados à integridade física do local ou quaisquer outros tipos de imperfeições. Nem na hora da entrega e nem posteriormente.

    As tarefas e etapas das quais a empresa fica excluída dizem respeito ao planejamento imobiliário, às vendas, divulgações e financiamento do empreendimento.

    Sendo assim, no final das contas, ela tira a ideia do papel e lhe concede vida. Como o próprio nome sugere, a construtora é a empresa responsável pela construção e execução física de um edifício ou qualquer outro negócio. 

    Papel de uma incorporadora


    Por outro lado, dentro do setor imobiliário, a incorporadora é a empresa que articula o negócio. Nesse meio, o termo “incorporação” se refere às atividades de formalização do registro imobiliário do condomínio na matrícula do terreno, realizado por meio do Cartório de Registro de Imóveis competente. 

    Cabe à incorporadora as seguintes atividades:

    • Estudar a viabilidade de um projeto
    • Informar se o empreendimento deverá ser multifamiliar ou misto
    • Coordenar projeto construtivo e arquitetônico, os quais definirão as áreas comuns e as individuais
    • Arranjar os devidos alvarás e licenças
    • Realizar o registro da incorporação junto ao Cartório de Registro de Imóveis
    • Comercializar as unidades após a ação citada acima

    Dessa forma, vale dizer, por exemplo, que a incorporadora é uma prestadora de serviços, que se responsabiliza por todas as etapas acima mencionadas.

    A empresa parte de um ou mais imóveis para projetos de várias unidades. Portanto, de modo geral, quando a incorporadora obtém algum terreno, ela entra em contato com uma construtora para executar a obra.

    Outra ação da incorporadora que vale a pena ser ressaltada está no seu compromisso em possibilitar diferentes formas de revitalização de espaços urbanos, assim como fomentar eventos culturais e/ou sociais espelhados nisto.

    Toda a atividade realizada pela incorporação imobiliária é resguardada pela Lei Federal Nº 4.591/64, a mesma que determina a criação e funcionamento de condomínios de casas e/ou apartamento no país. Assim, para a empresa requerer o registro imobiliário do condomínio, ela irá precisar:

    • Minuta de convenção de condomínio;
    • Memorial de incorporação contendo a descrição completa e caracterização clara do condomínio e suas unidades autônomas em seus aspectos físicos, isto é, apartamentos, casas, vagas e afins;
    • Quadros de áreas e especificações de incorporação preenchidos conforme as regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a qual está relacionada com o cálculo de custos e divisões proporcionais e não proporcionais entre as unidades autônomas de um condomínio.

    Em suma, o papel da incorporadora é encontrar oportunidades de um novo empreendimento e servir como articuladora na burocracia imobiliária, prevendo a viabilidade do negócio em questão.

    Diferença de uma construtora e incorporadora com imobiliária


    Independente de toda a diferença entre construtora e incorporadora, nenhuma delas exerce a função da imobiliária, sendo esta outra parte do setor. A empresa que age como imobiliária, se responsabiliza pela compra, venda, locação e administração de imóveis.

    Para realizar tais trabalhos, ela fornece as habilidades dos corretores de imóveis, profissionais capacitados por pesquisar, orientar e proporcionar facilidades no processo de compra, venda e/ou locação de casas, prédios ou comércios.

    Compromisso da Cipasa na urbanização


    A Cipasa é uma das maiores desenvolvedoras de projetos urbanos no país, com a missão de aliar a alta qualidade urbanística ao respeito às características locais e à natureza. Exemplo disso são os empreendimentos Alvorá, Altavis, Verana e Vívea.

    A empresa compreende a importância do seu papel no mercado imobiliário, portanto, se atenta aos principais processos de construção e aquisição de imóveis, sendo alguns dos nossos maiores compromissos:

    • A escolha do melhor lugar para o loteamento de empreendimentos;
    • O devido cuidado às questões contratuais e burocráticas;
    • O registro das unidades habitacionais nas entidades correspondentes;
    • A administração do retorno financeiro obtido pela venda dos imóveis.

    Devido aos compromissos assegurados pela Cipasa, a empresa se torna cada vez mais uma referência no mercado imobiliário brasileiro.

    Voltar

Postar comentário